Ir para o conteúdo Ir para a barra lateral Ir para o rodapé

Tendências para sua Casa Inteligente

Automação Residencial

Tendências para sua casa Inteligente

Com a utilização da automação residencial é possível desenvolver casas inteligentes, facilitando assim, o nosso dia a dia.

A Elias Paludo Incorporações desenvolveu esse artigo, para ajudar você a compreender o que é automação residencial, seus benefícios e o papel do arquiteto nesse tipo de projeto.

O que é automação residencial?

A automação residencial consiste na integração de todas as tecnologias existentes dentro do seu imóvel, com a finalidade de facilitar as tarefas que antes eram executadas pelo morador. Fechaduras eletrônicas, temporizadores e sensores de fumaça são alguns dos exemplos de automatização.

Utilizar esse recurso é fazer com que todos os sistemas eletrônicos  funcionem como um só, sob o nosso completo controle e de acordo com as nossas necessidades e preferências.

Parece ótimo, não é mesmo?

Quando surgiu a automação residencial?

Esse conceito surgiu ainda na década de 1970, nos Estados Unidos, quando os primeiros sistemas automatizados de controle foram criados para aplicações na indústria.

Agora imagina poder controlar tudo dentro de sua casa ou apartamento com seu tablet ou smartphone?

Essa é exatamente a ideia da automação residencial. Desde seu surgimento, novas soluções são lançadas no mercado todos os anos, acompanhando as tendências de consumo.

Vantagens da Automação Residencial

Além do conforto e da comodidade que têm grande destaque nesse segmento, a segurança e a sustentabilidade também somam nessa equação.

Para te ajudar a entender melhor, vamos elencar os principais benefícios:

Segurança:

Sem dúvida, a segurança é a mais importante das vantagens de ter automação residencial. Mesmo a distância você tem a possibilidade de verificar tudo o que está acontecendo dentro e fora  da sua residência, através de aplicativos de câmeras integradas ao sistema de automação.

Aqui também é possível oferecer garantias aos moradores, como por exemplo, sensores de fumaça instalados na cozinha capazes de detectar a mesma e conseguir desligar o fogão caso você tenha esquecido alguma panela ligada, evitando assim, possíveis acidentes.

Outro excelente exemplo, são as campainhas com câmeras embutidas: com o uso do celular é possível verificar quem está do outro lado, conversar com a pessoa e inclusive abrir a porta para a mesma entrar.

Praticidade e comodidade:

Nos dias de hoje, é possível acionar uma lâmpada, ligar o ar condicionado, a irrigação do jardim ou até mesmo a lareira estando longe do seu imóvel ou em qualquer lugar do mundo. Esses são apenas alguns exemplos capazes de proporcionar às pessoas facilidades, otimizando assim tempo e garantindo bem-estar.

Já imaginou programar o GPS do seu carro para que, ao chegar próximo da sua casa, o ar condicionado seja ligado, a cafeteira comece a preparar um delicioso café e a porta da sua garagem se abra assim que seu carro se aproximar?

Com a automação residencial, tudo isso é possível!

Cenas inteligentes:

Há a oportunidade de programar a automação residencial para, por exemplo, não mexer mais em nenhum ajuste do controle remoto da televisão. Clicar na tecla “cena filme” significa que o ambiente irá adequar-se de acordo com a preferência que foi programado anteriormente.

Acabou de chegar em casa e quer assistir a sua série favorita? Ao selecionar essa função, o home theater será ligado, a persiana serrada, a luz apagada e o ambiente climatizado com a temperatura ideal para o momento.

Economia do consumo de energia:

Existem alguns mecanismos e aplicativos que são capazes de gerenciar o consumo de energia de uma residência. Com essa funcionalidade é possível saber onde estão os maiores consumos e assim, economizar energia de forma racional.

Com a utilização da automação residencial é possível deixar sua casa muito mais sustentável, reduzindo não apenas desperdícios com a luz, mas também com o consumo exagerado de água.

O que pode ser realizado em uma casa automatizada?

Com tantos benefícios citados até agora, você deve estar se questionando o que fazer para desenvolver uma casa inteligente. Veja os tipos de automação residencial e o que é possível fazer com cada um deles:

    • Iluminação da casa: é possível programar a iluminação para acender em configurações pré-salvas, como por exemplo, “iluminação para assistir filmes” ou “iluminação para festas”.
    • Iluminação à distância: com um smartphone ou tablet, você pode apagar as luzes caso tenha esquecido, ou acendê-las quando estiver chegando.
    • Sistemas de:
      • Som: existe a possibilidade de propagar música e vídeos para qualquer cômodo da casa, além de controlar o volume nos ambientes.
      • Irrigação: com sensores de umidade do solo e temporizadores é possível desenvolver a automação no jardim, mantendo as plantas em condições ideais.
      • Segurança: além de conseguir observar as câmeras de segurança através da internet ou aplicativos, também é possível configurar sensores de fumaça, sprinklers e sistemas de comunicação direta com a polícia e empresas de segurança privada.
    • Biometria: controlar a luz e diversas outras funções da casa também é possível, assim como proteger a mesma contra a entrada de pessoas não autorizadas.
    • Controles automatizado de janelas e cortinas: com sensores de luz e integração ao sistema de iluminação, é possível aproveitar ao máximo a luz natural e evitar que as mesmas sejam acesas desnecessariamente.
    • Controle de temperatura: acionar o ar-condicionado ou o aquecedor antes de chegar em casa, resfriando ou aquecendo o ar na medida certa.

Vale destacar que para as automações mais complexas é necessário um aparelho ou aplicativo que funcione como uma espécie de central de automação, permitindo controlar todos os sistemas do seu imóvel.

A ação do arquiteto na automação residencial

A missão do arquiteto é utilizar os recursos e benefícios da automação residencial sem fazer com que sua casa perca aquele clima de lar doce lar!

Os arquitetos buscam cada vez mais a aplicação de tendências atuais em seus projetos sem deixar de lado as necessidades de seus clientes, tornando suas atividades diárias mais funcionais e produtivas.

A chamada arquitetura inteligente vem conquistando cada vez mais espaço na hora de construir, projetar ou remodelar ambientes específicos. Vale destacar que esses profissionais desempenham um papel muito importante, pois precisam conhecer a fundo o que é a automação residencial e, assim, aconselhar as pessoas da melhor maneira possível da sua utilização.

O Monte D’Angelo, novo lançamento da Elias Paludo Incorporações, localizado em Canela na Serra Gaúcha, contará com esse diferencial, o uso da tecnologia para proporcionar muito mais praticidade e qualidade de vida. Nossa missão é desenvolver empreendimentos de alta qualidade e arquitetura privilegiada – sem deixar de lado nosso compromisso com o meio ambiente.

Fazer um comentário

Enviar
Precisa de Ajuda?