Ir para o conteúdo Ir para a barra lateral Ir para o rodapé

Design Biofílico: O que é e como é aplicado nas construções

O design biofílico é um conceito inovador que traz para os ambientes construídos um toque da natureza, proporcionando maior bem estar para as pessoas que ali vivem ou frequentam os ambientes.

A palavra biofílico pode ser traduzido como, “amor à vida”, por esse motivo ela busca trazer uma conexão com a natureza dentro das construções feitas pelo homem, que acabam na maioria das vezes perdendo a conexão com o natural.

Vamos conhecer melhor o que o design biofílico é e como ele pode beneficiar as construções, transformando-as em ambientes mais agradáveis para se viver.

O que é o Design Biofílico?

Através deste design a proposta é retomar a natureza aos ambientes internos que passamos a maior parte do nosso tempo, seja no lar, em empresas, escritórios, entre outros lugares.

O design biofílico tem grande importância nos dias atuais, pois está devolvendo ao nosso “habitat natural”, que hoje se tornou as grandes cidades e construções, aspectos da natureza que são necessários para a saúde mental e física do ser humano.

Sendo assim, o objetivo principal da biofilia é proporcionar uma melhora nos ambientes de vivência dos seres humanos, levando aos espaços, aspectos naturais que contribuíram para a nossa saúde e bem-estar ao longo do tempo evolutivo.

Benefícios do Design Biofílico

Quando temos um ambiente com elementos da natureza estamos nos conectando a ela de forma inconsciente, em ambientes que não possuem essas características podemos ter perda na produtividade e impactos negativos na saúde.

O estresse no trabalho atinge a vida de muitas pessoas e passou a ser reconhecido pela OMS por ser um dos grandes causadores de depressão no mundo todo. Podemos reconhecer a importância da aplicação do design biofílico nestes ambientes de trabalho, promovendo maior produtividade e bem-estar para o dia a dia das pessoas.

Para as empresas e seus colaboradores o design biofílico ajuda no aumento da produtividade das equipes, proporcionando uma redução no nível de estresse, pressão arterial, frequência cardíaca, contribuindo para um ambiente de trabalho mais tranquilo.

O mesmo efeito pode ser aplicado em qualquer ambiente de vivência, seja nos edifícios residenciais, escritórios, entre outras estruturas, através do design biofílico.

Aplicando o Design Biofílico

Existem diversas formas de um arquiteto planejar um ambiente biofílico, vamos conhecer algumas formas de aplicar este design:

  • Acesso e vista para a natureza: algumas construções e ambientes possuem vistas privilegiadas para as belezas da natureza, como vistas para o mar ou alguma área verde, com flores e árvores. Mas na maioria dos ambientes urbanos e industriais, não é possível ter estas vistas privilegiadas. Nestes ambientes podem ser implementados espaços externos como um jardim, com folhagens e árvores, para proporcionar às pessoas uma vista e contato com a natureza;
  • Qualidade do ar e ventilação: muitos escritórios e outros ambientes construídos não tem uma boa ventilação e as pessoas que ali convivem, tiram um tempo para pegar um ar fresco, um arquiteto pode utilizar do design biofílico, para projetar mais janelas nos ambiente , colocar clarabóias, ou usar sistemas de climatização (HVAC) que ajudam a ventilar e renovar o ar.
  • Iluminação natural: a luz natural é de fundamental importância em uma construção, tanto a sua falta como o seu excesso podem ser prejudiciais ao ambiente e as pessoas que o utilizam. No projeto de um edifício, podem ser acrescentadas mais janelas para melhorar a luminosidade dos ambientes, mas nem sempre isso é possível, podem ser usados tubos solares ou átrios (espaços aberto localizado no centro do edifício) para trazer mais luz natural aos espaços.
  • Acústica: para os ambientes com design biofílico o cuidado com a acústica é fundamental, ruídos de equipamentos eletrônicos como ar-condicionado, barulhos de outros moradores, em edifícios residenciais, ou barulhos externos, devem ser bloqueados o máximo possível. Existem algumas táticas para diminuir estes ruídos como: painéis acústicos, plantas internas, estrategicamente posicionadas e fontes de água que podem mascarar os sons desconfortáveis.
  • Paredes e telhados verdes: implementar aos projetos uma parede ou telhado verde pode trazer benefícios como, proporcionar uma vista com aspecto de natureza e ajudar na temperatura dos edifícios, mantendo os ambientes mais frescos nos climas quentes e barrando a entrada de frio nas temperaturas mais baixas. Podem resultar em uma demanda menor de utilização de equipamentos para controlar a temperatura dos ambientes.
  • Espaços de descanso: esse espaço pode ser um grande diferencial em um escritório ou empresa, proporcionando aos colaboradores um lugar para o descanso e para recarregar as energias antes de voltar ao trabalho.
  • Materiais e cores: podem ser utilizados materiais naturais no projeto dos ambientes, como móveis de madeira, cores calmantes, quadros com paisagens, entre outras estratégias.

O objetivo do design biofílico é trazer bem-estar para as pessoas nos ambientes de vivência, levando aos projetos aspectos “verdes”, assim contribuindo para a melhoria das construções e centros urbanos.

.

Na Elias Paludo Incorporações os empreendimentos são construídos com aspectos sustentáveis que colaboram para o meio ambiente e infraestrutura para proporcionar o bem estar de seus futuros moradores. Um empreendimento com esta característica é o Villa GrandiFlora que possui certificação classe A da HBC, organização que tem como foco o bem-estar das pessoas nas edificações. Conheça os diferenciais do empreendimento Villa GrandiFlora.

Fazer um comentário

Enviar
Precisa de Ajuda?