Ir para o conteúdo Ir para a barra lateral Ir para o rodapé

Compra de imóvel: como lidar com a burocracia

Escolher o imóvel ideal é o melhor momento na jornada de aquisição.

Conhecer diversos empreendimentos, analisar cada um, escolher seu preferido e fechar a compra são quase sempre passos que dão muita satisfação e deixam os compradores cheios de empolgação.

No entanto, depois de bater o martelo, o momento seguinte pode ser muito estressante: a burocracia na compra do imóvel.

Papéis, taxas, documentos – tudo é muito confuso e, por vezes, cansativo. Para ajudá-lo a entender e dar conta disso tudo, nós vamos explicar os principais pontos que envolvem a compra de um imóvel, tanto no que diz respeito ao financiamento quanto às burocracias.

A internet é sua aliada


Seja na hora de buscar as melhores taxas ou se informar – como nesse artigo – a internet facilita muito as coisas.

O momento econômico incerto traz uma vantagem para os compradores: a competição entre os bancos e financeiras tende a aumentar para alcançar as metas.

No aspecto jurídico e burocrático, a internet poderá ajudar sendo tanto um guia como um tira-dúvidas, uma vez que há vários canais de informação e respostas para as mais variadas questões que você poderá ter durante o processo de compra do seu imóvel.

Portanto, seja na busca pelas melhores condições de financiamento, seja na hora de pôr em dia a papelada, use a internet a seu favor.

Vamos aos documentos!

Para facilitar sua vida na hora de fazer a papelada, vamos começar pela parte burocrática, apresentando alguns dos documentos que cada parte deve apresentar.

Documentos do comprador:

  • Cópia do RG;
  • Cópia do CPF;
  • Certidão de casamento ou união estável;
  • Certidão de nascimento, para quem é solteiro;
  • Comprovante de renda dos últimos 6 meses;
    Imposto de Renda (IR);
  • Extratos das movimentações bancárias dos últimos 6 meses, para autônomos.

Documentos do vendedor:

  • Certidões negativas do proprietário e do imóvel;
  • Cópia dos documentos de identificação RG e CPF;
  • Escritura pública para imóveis prontos;
  • Registro de incorporação para imóveis na planta.

Obviamente, trata-se de uma lista básica de documentos e, a depender das circunstâncias, existe a possibilidade de que outros sejam requeridos.

Pré-aprovação do crédito

Para agilizar o processo, uma boa ideia é pedir antecipadamente a aprovação do crédito e, assim, saber o total que será disponibilizado. Desse modo, quando você encontrar o imóvel que deseja, já saberá suas condições de pagamento e poderá negociar melhor o seu investimento.

Para simular um financiamento, você pode acessar o site de instituições bancárias e financeiras. Na maioria dos casos, basta ter poucos dados, como sua renda mensal e valor do imóvel, para ter uma ideia do valor das parcelas, taxas de juros e prazo de pagamento.

Com esses dados em mãos, seu processo com certeza ficará muito mais fácil.

Um cuidado especial: entre a simulação e o contrato real pode haver diferenças.

Fique atento para verificar, principalmente, as taxas de juros reais cobradas. Por isso, é importante, na hora da simulação, conferir todos os dados para que os valores não mudem quando você precisar do crédito e já tiver um imóvel negociado.

Custos extras

Além de prestar muita atenção com os custos do imóvel em si – taxas de juros, valor de entrada, quantidade de parcelas – você não pode esquecer das taxas extras.

Para ajudar você a ficar por dentro, conheça algumas taxas e impostos que você terá após fechar o seu negócios:

  • Registro do imóvel, entre 1% a 2% do valor;
  • ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens e Imóveis), que custa 2% do valor;
  • Escritura pública, com valor de 2% a 3%, mas somente para quem compra o imóvel à vista;
  • Taxa de corretagem, que é variável e custa, em média, cerca de 6% do valor.

A dica de ouro para reduzir a burocracia

A compra de um imóvel, apesar de realizar um sonho, pode muitas vezes ser muito estressante – e isso é compreensível: a maioria das pessoas não trabalha no meio imobiliário e, portanto, não tem familiaridade com os processos, taxas e documentos.

Como proceder para ocorrer tudo de forma tranquila na hora de adquirir o seu imóvel?

Procure um profissional. Aqui na Elias Paludo Incorporações, temos experiência para você não se preocupar com nada e sair com a chave na mão.

Veja algumas coisas que nós ou algum de nossos parceiros pode fazer para facilitar a sua vida:

  • Organizar e despachar todos os documentos do imóvel e do financiamento;
  • Fazer a intermediação entre você e as instituições bancárias;
  • Correr atrás da documentação necessária representando legalmente você para a retirada de documentos;
  • Resolver situações burocráticas;
  • Entregar os documentos nos prazos e da maneira correta.

Com isso, você fica com a parte boa e nós cuidamos do resto. Entre em contato e conte conosco para realizar seu sonho!

Fazer um comentário

Enviar
Precisa de Ajuda?